Tuesday, 16 May 2017

Uma história em 4 janelas - 1ª janela

Janela 1: "Era uma vez uma janela onde, tímidas, espreitavam as pinceladas ainda sem coragem para ousar a cor"

9 comments:

João Menéres said...

Fenomenal legenda para uma inusitada imagem de quem, como ninguém mais, SABE O QUE É OLHAR !

E um beijo sem palavras para não ser interrompido.

Rasuras do Aparo said...

... ainda estou a tentar respirar ... só pode pela dita janela estar fechada ... só pode ...

João Menéres said...

RASURAS :

Compreendo o que diz.
Porque para mim, a L. REIS é a janela ( aberta ou fechada ) por onde me entra toda a LUZ !

Remus said...

Já estou a sentir palpitações no meu rim direito... Este título, Uma história em 4 janelas, deixa-me a pensar que vai existir uma tetralogia. E se vai existir uma tetralogia, e se já começa assim, isso quer dizer que vai ser uma dose para cavalo. Estou mesmo a ver que estas palpitações vão espalhar-se por todo o meu corpo. Mas espero que elas não me atinjam os testículos, porque se atingirem, então vamos ter problemas. Um homem ferido nessas partes, vira besta!
Para já estou somente no rim direito... vamos ver se não desce...

E que legenda é essa, onde tudo faz sentido, quando na verdade se calhar não deveria fazer? É que as pinceladas na janela estão mesmo lá, sem cor, pardacentas. Não sei o que me irrita mais, se a qualidade do grafismo que deixa-me completamente KO, se a legenda onde aparentemente não diz nada, mas afinal diz tudo.
Será que se eu tomar agora um Ben-u-ron, a coisa das "palpitadelas", passa!?
:-P

Clarice said...

Oh Lina… esta janela tinha que vir aqui só para ouvir as maluqueiras do Remus. O que eu já me ri, oh meu deus… este homem não existe!! Um rim a palpitar...oh meu deus!!! Já agora Remus, um Ben-u-ron não dá efeito, o que resulta é mesmo uma caixa inteira debaixo da língua, foi a Rute que me ensinou :) Felizmente nunca precisei de experimentar , mas quando me chegarem palpitações ao rim direito, já sei o que fazer! :)
(esta do estou a sentir palpitações no meu rim direito… não me sai da cabeça, até tenho medo que me faça mal :)

Agora Lina, fico sem palavras com as tuas a dizerem para além desta janela!
Adoro!!

Manu said...

Vou confessar-te uma coisa:
Como conheço o teu blog há pouco tempo, hoje dou por mim, quando ando de máquina em punho a tentar descobrir algo de original como o que encontro por aqui, não para tentar copiar, mas para fugir ao que é comum, missão inglória, já que fotos como as tuas são únicas e fantásticas.
Esta janela está fenomenal. Parabéns!

L.Reis said...

Até eu já estou a sentir palpitações nas vísceras todas com os vossos comentários. :):)
Acho que vou experimentar essa da caixa de Benuron debaixo da língua a ver se me acalmo :):):)

Ana Freire said...

Literalmente... palavras e imagem... numa simbiose perfeita!
Eu nem sei dizer de qual destas partes da história, eu gosto mais...
Bjs
Ana

ñOCO Le bOLO said...

·.
Sigo con mucha atención tu historia de la cuatro janelas. Desde luego, tu visión siempre es privilegiada, en cualquiera de ellas.

abraços

· LMA · & · CR ·