Thursday, 11 May 2017

MAAT *

* Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia

8 comments:

João Menéres said...

Estou ansioso por dar por ali uma volta !
O que captaste está em consonância com o que te é habitual, obviamente.
Mas, na minha opinião ( que não tem valor digno de registo ), tudo o que é estranho ao MAAT é ruído ( até tenho a sensação de ouvir aquele zum-zum no tabuleiro da ponte...
E de certeza que analisaste obter a imagem de lá para cá, não é verdade ?
Claro que seria bem diferente.

Rasuras do Aparo said...
This comment has been removed by the author.
Rasuras do Aparo said...

... gosto imenso deste b&w mas preferia que o transeunte não estivesse lá no momento ... ideias ... fez-me lembrar "shine on crazy diamond "

João Menéres said...

RASURAS

Bem sabe que não sou eu.
Era incapaz de virar as costas à L. REIS !...

Minimal said...

Fabulosa, sin más.

Esa estructura es maravillosa y tu fotografía más :))

Un abrazo.

Remus said...

Ontem, quando fiz os outros dois comentários, também cheguei a ver esta fotografia, mas disse para comigo (já sabe que falo sozinho): Não! Não aguento mais! Hoje não vou escrever nada nesta fotografia. Até porque se o fizer, só vai sair parvoíces.
Dessa forma pensei, dessa forma desliguei logo o computador para não cair em tentação.

Hoje é um novo dia, pelo que novas e mais frescas parvoíces vão sair da minha mente.
Uma parvoíce fresquinha: O homem levita ou anda em cima do suportes de metal? Será que caminha de uma forma magnética?
Segunda parvoíce: Levar um machado para Lisboa, para deitar a árvore da direita abaixo. Não tinham nada que planta-la naquele sitio.
Parvoíce final: Qual é que a L.Reis emigra para a Ilha de Foula? Ouvi dizer que lá não existe nada, pelo que publicar coisas na Internet deve estar fora de questão.

Ana Freire said...

Um ângulo genial, que captou ao máximo as linhas invulgares deste extraordinário edifício!...
Também preferia, que a árvore, não estivesse lá... mas... nada a fazer quanto a isso!...
Bjs
Ana

Kaipiroska said...

Tenho visto fotos lindíssimas do MAAT. Temos que agendar visita para a nossa próxima viagem a Lisboa. Uma arquitetura que puxa pela fotografia :)