Monday, 3 July 2017

Leituras de areia III

Há histórias assim: mais maré do que palavras.

8 comments:

João Menéres said...

Quanta imaginação !
Que estupenda imagem !
De onde terá vindo essa areia ?

Rasuras do Aparo said...

... ora ... ora ...se há ... em que o verbo faz novelo para proteger a pena da areia ...

Rute said...

Lina

Está fantástica! Grande imaginação e excelente controle da profundidade de campo. 5*****

1 beijinho :)

Luis said...

Una iluminación excelente y un leve movimiento hacen de esta foto una imagen precioso, precisa y llena de simbología. Me gusta mucho. Un abrazo

Remus said...

Já não me bastava ter que "aturar" estas fotografias da L.Reis, como agora também tenho que ler os comentários da Rute a dizer: «... excelente controle da profundidade de campo»!
Ao que este meu mundo chegou! Uma pessoa que se dizia que não percebia nada de fotografia, agora até já fala em profundidade de campo. Bendito curso de fotografia.
:-) :-)

Depois do comentário técnico da Rute.
Depois do comentário apaixonado do João.
Depois do comentário filosófico do Rasuras.
Depois do comentário estrangeiro do Luis.
A mim, já só me resta fazer o comentário aparvalhado ou comentário vingativo.

Acho que não existe dúvidas que tipo de comentário é este, pelo que deixo o comentário vingativo para quem vier a seguir.

:-D

Manu said...

Uma maré que embrulhou palavras escondidas entre grãos de areia que mostraram um foto maravilhosa.

Ana Lúcia said...

Uma mente brilhant... Não, isso é o título de um filme. Melhor, uma Criatividade brilhante. Não soa tão bem, mas traduz aquilo que crias.

Ana Freire said...

Quando as palavras e a imaginação se enrolam na areia... fotos extraordinárias acontecem...
Mais um trabalho fotográfico excepcional! Parabéns!
Bjs
Ana