Saturday, 15 July 2017

Meias palavras

Meia palavra basta, para romper a muda quietude de uma ausência.

8 comments:

João Menéres said...

Diz-me lá : Vais reconciliar-te ?
- A sério ?

Não sei de que mais gosto :
Se da imagem ( meticulosamente pensada e executada ), se das tuas palavras.

Ausente continua o livro que teimosamente te vou lembrando.

BjKa.

Dida (florbytes) said...

Com pouca coisa tanto se faz.
Por aqui é assim. Rompem-se momentos como se não houvesse dia seguinte.
Não tarda o papel desata a fugir a sete pés. Esta mulher rasga tudo em pedaços. E se lhe dá para rasgar os vestidos? ;-)

joaquín said...

¡Qué buena!

Ana Lúcia said...

Brilhante, mais uma vez!!! Adorei a foto e a mensagem.

Ana Freire said...

um gesto... será tudo... mas uma meia palavra... até que poderá ser um bom primeiro passo para uma reconciliação...
Mais uma ideia formidável... brilhantemente concretizada em imagem! E digo-o sem meias palavras... :-D
Beijinhos
Ana

Rasuras do Aparo said...

... estranha forma de abrir conrrespondência ... mas não há dúvidas ... que por vezes meias palavras são mais que um texto inteiro ... e é tempo ... que o tempo faz o tempo de ...

Remus said...

Meias palavras?
Eu só não deixo aqui um comentário com todas as palavras que existem em português e arredores, porque isso demoraria muito tempo a escrever. E depois, como ainda ando meio ressabiado por causa daquela fotografia dos éééééééeeees a cair como o véu na noiva, tenho a noção que iria começar primeiro pelas palavras más e insultuosas, o que não seria nada bonito de se ler...
;-)

Mas como seria um comentário composto somente por meias palavras. E como se faria a divisão das palavras com um número ímpar de letras? Seria um arredondamento por defeito ou por excesso? É um bom exercício. Vamos lá ver como poderia ser:

A L.R é conhe co a rai d pap, pe qu es fotog nã estr na a es tít gan a lon do an. S exi alg crit qu pos colo à fotog, dir qu te o IS u boc al o qu fa co qu s no a exist de gr e nã est a fal d gr d bi.

Alguém percebeu alguma coisa?
:-P

L.Reis said...

O livro, João, o livro... :)

Isto das meias palavras é mesmo só para eu não ter tempo para os meus afazeres de fada do lar e ficar com a loiça suja! Pois eu acho que percebi tudo e fui a correr para o ISO, para lhe ver a altitude :):) Em minha defesa, digo que aquele grão de bico tem mais a ver com a textura do papel, e mai nada! :):)