Friday, 3 March 2017

À descoberta da escrita - 2ª tentativa

... e se o silêncio for chão, será que basta esperar pela primavera?

9 comments:

João Menéres said...

Tinhas a janela aberta ?
- Olha que estou engripado !...
Esta do chão é muito profunda para mim...e relacionar com o silêncio...e depois esperar pela primavera ?
O que vale é que já estamos em Março...
Agora fazes tirinhas à inglesa !...

joaquín said...

No pueden contenerse las palabras. Al final siempre escapan

Rasuras do Aparo said...

... resta saber se será a Primavera certa ... perante um chão polvilhado de silêncios ensurdecedores ...

ñOCO Le bOLO said...


Tienes una gran imaginación. Además, la calidad es siempre perfecta.

un abrazo

· LMA · & · CR ·

ñOCO Le bOLO said...

Ya estás en el blogroll de mis dos blogs.
La Mirada Ausente y Cristal Rasgado.
Gracias por tu enlace.

Remus said...

Agora ela encarnou uma sereia encantada e começou a fotografar algas ou anémonas... São ideias que não tem fim. Por mais que eu tente, não consigo perceber de onde surgem estas ideias. É algo que dá-lhe assim a meio da noite? Ou será que é algumas vitaminas que toma todas as manhãs, antes de lavar os dentes?
Juro que não percebo.

Uma ideia e concretização "Douze points!".

Mas agora que vi esta fotografia, lembrei-me que tenho algo no meu baú fotográfico... se calhar para a semana... ;-)
Onde é que já vi esta última frase?
:-D

PS: #NaoMaisDestruicaoNasFotografiasDaLReisPlease

L.Reis said...

João: Eu sou poliglota! Sei fazer tirinhas em pelo menos 36 línguas diferentes :)

Joaquin e Le bOLO: Tens razão Joaquin...nada as segura. Obrigada pelo vosso tempo e palavras.

Rasuras: A primavera é sempre a certa :) e encontra-nos sempre...

Remus: Estou tranquila - Tenho um suprimento avantajado de calmantes e ansíoliticos, 3 pacotes de camomila, Valeriana e Erva de S. João, um fio de prumo para alinhar os chakras, o medidor de tensão e um DVD inspiracional vindo diretamente do Tibete..

João Menéres said...

Não dás conta que algo te falta, não ?

Ana Freire said...

Eu acho que é preciso cultivar... e regar...
É impossível que talento assim, nasça de forma espontânea...
Saindo daqui a matutar nisto... de olhos no chão... perante mais uma imagem incrível...
Bjs
Ana