Monday, 6 November 2017

Uniões de facto

...prometo amar-te, nas tempestades e na bonança, nos horizontes de sol e nos dias sem cor, nas marés mansas e no cimo de uma vaga, num porto de abrigo ou na lonjura de um mar alto...

11 comments:

Clarice said...

Gostei mesmo deste verdadeiro casamento!! :) Casar assim, é de facto a verdadeira união!! E a fotografia? ca nervos :)

João Menéres said...

Há uniões que o são de facto e nem precisam de uma promessa deste calibre pois a imagem já dispensaria palavras.
Como a CLARICE, também fiquei cá com umas ganas !...


Uma bjKa.

Rasuras do Aparo said...

... prometes?!... prometes mesmo ?! ... de verdade ?! ...

Camerando said...

Sinto muito L. Reis, informar-te que já sou casado...

Enrique Chapín said...

Un detalle fantástico, me encanta el blanco y negro.

Enhorabuena.

Un saludo.

Minimal said...

Muy simbólica, fuertes lazos de unión, y la unión hace la fuerza.

Un abrazo.

dida said...

Tantas.
Mas até estas podem ser quebradas.

L.Reis said...

Clarice: :):) Bem feita! É para aprenderes como é que eu fico, lá no teu canto!
João: Mas as promessas são coisas tão lindinhas... :):) E, com ganas, fico eu! Já estou aqui cheia de nervos só de pensar no dia 10...
Rasuras do Aparo: Eu cumpro sempre as minhas promessas! Ou será quase sempre?... :)
Camerando: Que aborrecido! Não acho nada bem!
Enrique e Minimal: Gracias!
Dida: Pois podem, mas dá cá uma trabalheira...

Remus said...

Eu sou do contra!
Não me parece que seja um casamento ou união de facto que irá durar muito. Cada um está a puxar para um lado. Mais dia ou menos dia, a ligação que os une irá romper e depois cada um irá seguir a vida em direcções opostas.
:-)

Se Clarice diz que gostou deste casamento, então eu tenho que dizer que não gosto de casamentos...
Se o João diz que existem uniões que não precisam de uma promessa deste calibre, então eu digo que existem uniões que por mais promessas que se façam nunca possuem futuro feliz.
Se o Rasuras pergunta se prometes, eu pergunto se a L.Reis jura de pés juntos.
Se o Camerando informa que é casado, eu informo que não o sou.
Se o Enrique diz que encanta el blanco y negro, eu digo me encanta el negro y blanco.
Se o/a Minimal diz que é muito simbólica, eu digo que é um excelente detalhe.
Se a Dida diz que podem ser quebradas, eu digo que cheira-me que a Dida já deve ter quebrado muitas.
:-D

Ana Lúcia said...

Já eu adorei o título! :)

Ana Freire said...

Uma promessa para a vida... muitíssimo bem celebrada, nesta foto... e em palavras!
Mais um duo perfeito, neste post!
Bjs
Ana