Sunday, 12 November 2017

Para poisar pensamentos às cores

E se o dia nasce assim: um bocado cinzento, um bocado amarrotado, um bocado granuloso, um bocado vazio...risco-lhe umas linhas e entretenho-me a dependurar-lhe pensamentos coloridos.

7 comments:

Ana Freire said...

Assim sendo, vou buscar a minha caixa de lápis de cor, para lhe juntar umas florzinhas...
E depois duma foto assim... nunca mais olharei para uma folha amachucada, com os mesmos olhos... isso é certinho!
Foto e palavras, como sempre, fazendo um todo perfeito... do jeito que eu gosto!...
Bjs! Bom domingo!
Ana

Rasuras do Aparo said...

... há dias assim que só os pensamentos coloridos de outrora nos fazem acreditar que houve cores ... que ainda há cores ... que haverá sempre cores para preencher os vazios dos dias e atenuar o seu cinzentismo ...
( gosto da ideia de pendurar pensamentos coloridos ... assim como do visual desta folha de linhas ... que me induz à vã tentativa de inserir nela pensamentos escritos em cores de arco-íris .. )

Ana Lúcia said...

Minimalista, mas poderosa, com tanto para dizer.

the dear Zé said...

dovermelho reamarelo miazul faverde solfúscia

DiDa said...

Desejo que nunca percam a cor. Acredito que não.

Manu said...

Os meus andam muito desbotados, mas ao ver esta folha pode ser que venham cores que animem, como animou esta simples foto de folha amarrotada.
Fantástico como uma simples folha deu uma foto bonita e original!

Remus said...

Mas que estrugido é este?
Agora basta uma folha pautada, ligeiramente amarrotada, para se fazer uma belíssima fotografia?
Será que se eu fizer a mesma coisa, com uma outra qualquer folha de papel, digamos uma folha de papel higiénico, que garantidamente consigo um resultado tão bom com este?
Ou será que é preciso ter o dom: O dom da Rainha do Papel?

Nem digo mais nada. Nem penso mais nada. Quanto mais penso, mais me enervo...
Irra para a mulher...