Saturday, 4 November 2017

Olha...

Eu podia ser gato aqui.
Enroscar-me em imensa preguiça,
Dar a volta ao mundo nas traseiras de uma casa
E ser dono de uma porta azul.

8 comments:

Roadrunner said...

Não sei se vai dar a volta ao mundo, mas a volta à casa parece que vai.

Saudações!

João Menéres said...

Gato era eu !...


BjKa.

Ildefonso Robledo said...

Bella imagen... Me encanta como destaca el azul de la puerta

Rasuras do Aparo said...

... se podia ser gato aí ... poderá ser gata lá ... lá onde a preguiça se pode enroscar ... conhecer aquele mundo de volta em volta ... e ser a possuídora de um alma azul ... e de um portão verde ... sempre esperançado na sua visita ...

Manu said...

Não me importava de ser gato, sentar-me à soleira desta encantadora porta azul ladeada de flores e ficava aqui, não apetece com este cenário, dar a volta ao mundo.
Adorava ter uma casa assim!

Minimal said...

Es una escena preciosa, y el gato le da un encanto muy especial.

Me ha gustado mucho, el encuadre, los colores, la atmósfera... genial!! <3

Un abrazo.

Remus said...

Olha... Olha... O gato, pelo tamanho, parece um lince se não mesmo um leitão.

Já as folhas da figueira aconchegam o enquadramento e colocam o nosso olhar no sítio que realmente é o elemento principal: A porta.

As hortênsias e as outras flores embelezam a composição e dá aquele toque especial que nos "aquece" o coração.

Para a maioria de nós, penso que esta bela fotografia transporta-nos para a nossa infância. A menos que a infância tenha sido passada no meio do betão e dos apartamentos, e então nesse casoa fotografia transporta para uma história de encantar.

Ana Freire said...

O gato, pareceu-me um pequeno lince...
Adorável este recanto, muitíssimo bem enquadrado... eu talvez, só tivesse cortado, um nadinha, para eliminar aquele bocadinho de pedra, em baixo, mais à direita...
Beijinhos
Ana