Saturday, 17 June 2017

Enterrado na areia...

... há um tesouro de luz dourada.

5 comments:

Rasuras do Aparo said...

... ano sim ano sim ... enterro as mãos nessa areia que me vai fintando ano sim ... ano sim ... sempre um palmo ... sempre mais um palmo e onde para essa luz dourada que é o meu tesouro?! ... porque se esconde assim ... ano sim ... ano sim ...

Minimal said...

Fantástica composición :))

Las texturas y los reflejos son una maravilla, me encanta.

Un abrazo maestro.

Remus said...

Mas como?
Que bruxaria é esta?
Tesouro? Ouro líquido?
Se faz favor, toca a dar indicações precisas a onde se pode encontrar este tal tesouro. Para além de ser desperdício o dito cujo estar assim ao relento, também pode ser perigoso para a saúde andar a apanhar estes ricos vapores. Pelo bem estar de todos, eu sacrifico-me e estou disposto em ir para ali vestido com uma tanguinha, com um balde e uma pazinha na mão e recolher todo este ouro. Mas atenção, com a condição do que eu recolher é meu e só meu.
Se a L.Reis portar-se bem, eu prometo que dou-lhe um bocadinho de ouro para fazer um dente.
:-P

Reflexo muito bem apanhado.

Ana Freire said...

Apetece-me enterrar a cabeça... como as avestruzes... quando voltar ao meu blogue... depois de ver as fotos da Lina...
Adorei esta perspectiva dourada... virada do avesso!
Um trabalho incrível, como sempre!
Beijinhos
Ana

Ana Lúcia said...

Estupenda!!!