Monday, 2 November 2009

Restos de mar e sal [Remains of a journey]

9 comments:

olhar de lambe-lambe said...

belas fotos, seu blog é fantástico.
abraços

Anonymous said...

E ele ano após ano ... com a ajuda da paixão ( sua amarra de estimação) continua amarrado a ela ... perdendo com as desilusões de a não sua utilização ... pedaços do seu coração ... aqui e ali azul lasca após lasca ... e ela sempre mostrando a sua face impertubável e cinzenta de coluna ... consegue apesar do envelhecimento das suas cordas de atracção conservá-lo perto dela ...
Que mistérios terão ainda os eus restos de sal !!! ... Será que é essa presença desse sabor a mar ...será ??!!! ...
T

João Menéres said...

REMAR
SONHAR
VOLTAR
PENSAR
GOSTAR
AMAR
MAR


AZUL

(Diálogo entre dois barcos. Um, tem restos de mar e sal. Outro, tem os remos na água...sem quem os impulsione.
Um, este.
O outro, anteontem no grifo planante.
Coincidências.
Ou
Desencontros).

ruimnm said...

Estes teus pormenores esquecidos por todos mas que tu sabes sempre onde estão. Adorei.

Andrea said...

An Old Boat
Rust
Ancient Ropes
Great Subjects in a perfect Mix.

Clarice said...

Estas imagens assim escritas são uma (bonita)viagem, não são?

Remus said...

Não fosse este blogue o Digit@l Pixel e a fotógrafa a L. Reis e quase que aposto que nunca iria ver esta fotografia.
Quem é que se lembraria de fotografar este pormenor? Só mesmo a excelentíssima Reis.

jugioli said...

um espetáculo de foco.
amei!!!!

alterdom said...

O tempo é um grande artista do tatuagem:
Que maravilhoso o trabalho da corrosão.