Sunday, 29 November 2009

EstilhaçosII [Broken day]

...e rasgo crenças nas arestas que me sobram.

11 comments:

João Menéres said...
This comment has been removed by the author.
João Menéres said...

João Menéres said...
Onde estás tu, que te não vejo?
Colocaste o vidro no passeio e entretiveste-te a rasgar crenças, foi?
Espero que tenhas deixado algumas bem protegidas!

Estes estilhaços, com laivos de AZUL, sugerem-me uma máscara !
A tua? A minha?
Quem mira através daqueles olhos?
Eu? Tu?

Um beijo para a ARTISTA FOTÓGRAFA e PINTORA.

João Menéres said...

Palavras coladas (várias) entre estilhaços, levaram-me a apagar o 1º comentário.

João Menéres said...

Para onde foram passear os amigos comentadores habituais?
Em 24 horas, ninguém aqui apareceu?
Por onde andam?

Não se feriram com estes ESTILHAÇOS II, pois não?

Anonymous said...

Nada teu exagera ou exclui. Fui! AR

Sandra Rocha said...

Maravilhoso trabalho como sempre eu já nem sei o que dizer, já escasseiam as palavras.
Beijinhos.

Anonymous said...

Começo a ficar preocupado ... com duas coisas ... a conta do vidraceiro ... e se ainda te cortas...
Mas eis que as velhas crenças teimosamente afloram nas suas cores pertinentes ... aquele eterno azul chegando-se ao rosa rubro ... esperando que o amarelinho os aqueça naquele rasgo libertador ... de anseios e ternuras há muito tempo vitrificados ...
T

João Menéres said...

> T <

Mais vale um pouco tarde do que nunca!
O que podíamos perder!
A conta do vidraceiro?
Não é connosco!
Tudo coberto pelo seguro!!!
L. REIS é previdente...
Tudo faz, degrau a degrau.

Primeiro: O seguro.
Depois: Dá início às suas brincadeiras.

Nós julgamos que participamos...mas jogamos fora das quatro linhas!

É uma frustação...

Remus said...

À semelhança da anterior, também resultou muito bem. O grafismo ficou irrepreensível.

vz-nostalgia said...

well, it could be worse. Could be a broken heart. That would be a disaster. The glass is replaceable. With a broken heart, it's not that easy. :-)

legivel said...

... o que para aqui vai! bom, o melhor é pisgar-me que ainda me corto com algum estilhaço...