Saturday, 20 June 2009

Quebrou-se o dia [A broken day]



Um breve descuido
Talvez um quase nada
E tudo o que resta são as arestas cortantes em que rasgo os sentidos

[...sometimes all that's left are the cutting edges in which my senses are torn]

9 comments:

Miguel Almeida said...

Um pequeno e breve instante, o quanto basta para o click. O P&B desafia o olhar

Caçador said...

P&B a rasgar o ecrã de um dia que ficou feito em cacos.
Tenho tido muitos assim ultimamente...

Z

Clarice said...

"Talvez um quase nada"... às vezes é o que basta para ser tudo...

*linda!

in_side said...

como se quebram

as palavras...




*

Andrea said...

A great texture.
An image better than one million words.

ma grande folle de soeur said...

Fugiram as borboletas? ;)

Sérgio Aires said...

ou talvez um quase tudo... Gostei muito.

Anonymous said...

Espero por esse momento ..em que eles estejam abertos ao exterior na sua total amplitude ...
T

Remus said...

Estive a escarafunchar a fotografia à procurar de algo que estivesse menos bem, mas não encontrei nada. Estou frustado! :p

Muitos parabéns.