Saturday, 21 January 2017

Para ajudar a subir...

Para ajudar a subir... quando os  dias acordam no degrau de baixo.

6 comments:

João Menéres said...

Descer é que me custa, pois tenho muito medo de cair...
Estás lembrada que não deste importância a um triângulozinho branco, tás ?
Vê se lá chegas então com a magnânima ajuda que aqui ofereces !

Afinal, ainda sabes construir qualquer coisita !
Pelo menos, sabes fazer escadas numa perfeita diagonal.
Mas como és forreta até dizer BASTA, não quiseste gastar uns eurositos numa lata de tinta branca-
Fônas que és, caramba !
Não viste que os degraus pintadinhos de branco ficavam muito melhor ?
Não viste mesmo ?
Ou estavas cansada de tanto tentar chegar ao BEIJO ?

( Para tua informação . Estou a pé desde as 04:00, quase há 23 horas !...
Acordei não no degrau de baixo, mas bem no de lá de cima. Toma nota no teu carnet de voyage.

the dear Zé said...

se para baixo todos ajudam, até os santos, para cima, o impulso terá de ser muito maior. um esforço em azul ajuda sempre, mas cuidado com as pregas dos degraus, se te descuidas e cedes ao azul (blue portanto, em trocadilho poliglota)transforma-se em rugas de tristeza...
ou coisa assim...

[saudades daqui, eu por outras paragens, não propriamente físicas mas desta vida, desvida, desavinda, desencontros e isso. coisas que não vêm ao caso de uma caixa de comentários, talvez à mesa de um chá na mão do frio a aquecer o inverno ou assim]

bêjo

Rasuras do Aparo said...

... há quem os suba como que em dia de festa ... na vã tentativa de perpetuar a cor ... lá mais acima ... tal onda que enrola e salpica os degraus ... para depois descer num tom de azul melancólico ... pela ausência ...

Minimal said...

Me gusta mucho, color, forma y texturas magníficos :)))

Un abrazo.

Remus said...

Para ajudar a subir? Mas o que é que ajuda a subir? Aquelas cadeiras que agora se aplicam às escadas? Se for isso, então é verdade, caso contrário, é publicidade enganosa. Porque ver esta fotografia não ajuda a subir. Antes pelo contrário, até "desajuda", porque ficamos deprimidos e a pensar: "Mais uma vez ela fez das suas!"
:-D

Um grafismo que deixa-me a suspirar.
Como eu gosto disto... deste tipo de fotografias, não de subir escadas. :-)

Ana Freire said...

A única coisa que se me ocorre dizer é... aprende Ana Cristina, a tirar uma fotografia como deve ser a uma escadas...
Está fantástica!
Bjs
Ana