Wednesday, 19 October 2011

Poesia de papel - 1º verso [Paper poetry- 1st verse]


13 comments:

Anonymous said...

adivinho mais uma brilhante série...
cheia de luas e marés...
@

Fábio Martins said...

Mas que bem :-)

João Menéres said...

Bem me podias ter lembrado...
Sabes que não estou atento a tudo.
E aquela ontem do Vinicius arrasou-me.
Até parecia que era eu que me tinha casado 9 vezes...

Bom, mas vamos a factos :
Lindo o cabeçalho a dizer que os poetas andam ligados à Lua !

Se o 1º verso é este avião que parte, digo-te que vou precisar de uma vitrine para os proteger do pó.

Um beijo enquanto é DIA...

João Menéres said...

..ou para os não deixar partir.

( Está melhor, não está ? ).

AN said...

A simplicidade de um haiku fotográfico.

Anonymous said...

...que procura rota ... sempre preso ao destino ... quadrante seu ...
T

Jorge Muñoz said...

Siempre es una agradable sorpresa pasar por aca. un saludo desde lo lejos,
Jorge

Clarice said...

Isto com folhas de papel deixa-me mesmo nervosa e temo que o meu coração não esteja preparado para o que ainda possa surgir...

*ADORO!!!

beijinho Lina:)

Helder Ferreira said...

Lindo!!

Margarida Belchior said...

Sinto o perfume e a simplicidade desta flor que cuidaste em fazer nascer.

:-))

Bjs grds

P.S. - Quando abres estes "baús" ... ;-) ... são um verdadeiros mistérios encantatórios ... eu delicio-me!!

Rute said...

Belo poema para os meus olhos...

1 beijo:)

joaquín said...

Preciosa, sencilla, original...

Remus said...

Prontos!
Acabou-se o sossego!
Lá vai ela começar com as suas criações geniais e colocar a nossa «auto-estima-fotográfica» em baixo.