Saturday, 6 November 2010

Amachucadas [Crumpled]





























Depois de amachucar tantas palavras inúteis, dou por mim a salvo no silêncio que restou.

9 comments:

João Menéres said...

A CHAVE agitará muito mais as salsas águas !

Como te surgem estas idéias que fazem brotar imagens e nos pôem a reflectir ?

Só tendo ESPAÇO, não é ?

(Hoje vi a "tua" outra casa, na TVI. Não imaginava a degradação que por lá paira há tanto tempo !
País SEM VERGONHA, este...).

Um beijo lisinho.

Clarice said...

machucar as palavras e depois conseguir espreguiça-las... dar-lhes a sua real dimensão... grande exercicio...

*mais um poema, um lindo poema para o olhar!
Beijinho Lina

Rute said...

...amachucando palavras que nos 'machucam'... É que muitas vezes, o silêncio pode ser reconfortante e reparador...

1 beijinho

Remus said...

Machucado fiquei eu, e ninguém quer saber. :-|
Será que não existe uma ASAE para a vertente fotográfica?
Se não existe, devia existir. ;-)

Mais uma vez, fiquei com a pulsação acelerada... e qualquer dia, ainda vai ser acusada de homicídio involuntário, porque vai-me dar o "tabique final".

ruimnm said...

o mar revoltoso das palavras que queremos dizer...

Anonymous said...

Amachucadas ... por cansaço ... por desilusão ..por receio que o alvoroço dessas mesmas palavras me façam sonhar outra vez?! E então acho que o silêncio ... um ensurdecedor silêncio me colocou a salvo de mim próprio ... até à próxima vaga em azul ...
T

Chapa said...

É sempre um prazer visitar-te.

Luísa said...

Palavras silenciadas pela substituição de novas combinações de letras...
Rascunhos!?

Sandra Gaspar said...

Muito boa...