Wednesday, 15 September 2010

Um pequeno quase nada [Almost nothing]


às vezes falta... às vezes basta...às vezes sobra...às vezes nem isso.

13 comments:

João Menéres said...

Como me compreendes...
Sobretudo no > NEM ISSO.<

Que um beijo te não falte.

João Menéres said...

Estás recordada do que comentaste em 14 de Julho no
que plana?

Zé o Caçador said...

um pequeno quase tudo

besito

ma grande folle de soeur said...

do prolongamento do (in)finito...

Clarice said...

um grande quase... que faz a diferença, que marca a vontade, que traz a certeza, que escreve o incerto, que nos faz luz ou nos apaga...de vez... em vez...

*tudo, num fundo azul...

Anonymous said...

Faz-me lembrar uma célebre frase...
" ... lá no fundo onde eu acabo ..." sempre presente nesse azul paciente constante e muitas das vezes ...
T

Rute said...
This comment has been removed by the author.
Rute said...

...num imenso fundo AZUL :)

Sérgio Aires said...

Adorei! A "minha praia"!

ruimnm said...

Adoro, este quase tudo.

Remus said...

E os nervos começam a subir...
Respira fundo! Respira fundo e não te deixes abater.

Sérgio Pontes said...

Simples, mas muito boa foto :)

Michèle Dassy said...

Je découvre ce blog et il me plait beaucoup

I've just discovered this blog and I like it very much.

Je suivrai / I will follow it