Friday, 23 February 2018

Outras definições - parte 3

"Livro" - um livro é um recorte de sílabas que cresce até ser palavra e acaba tempestade.

7 comments:

João Menéres said...

Em ti, já nada me espanta !
Mas, mientras não posso deixar de assinalar o quanto admiro a forma como dominas a profundidade de campo e a coragem que tiveste para de uma página toda guilhotinada construires uma espira !
Entretanto deixa que saboreie devidamente a tua definição :
" um livro é um recorte de sílabas que cresce até ser palavra e acaba tempestade."
Dou graças a Deus por não me ter feito livro !
Puxa...


BjKa.

Minimal said...

Genial concepto y presentación, un tornado de palabras.

Muy creativa y bien ejecutada, me ha gustado mucho, enhorabuena también por tus últimas entradas, Maestro!!

Un abrazo.

Roadrunner said...

Isto é um furacão de letras, tal como o furacão de street signs e cars e front stores, ufff... Parece que agora estão mais agressivos, até pedem para identificar street signs onde eles não existem! - 15 minutos para postar 3 comentários!!!!

Sugestão: fugir daqui o mais rápido possível, para o wordpress, por exemplo. Já por aqui andei e tive que fugir, que estes tipos do blogger/google julgam que são os DDT.

Saudações!

L.Reis said...

Há mais alguém a quem aconteça isto que o Roadrunner diz? Eu pensava que esta verificação era ocasional, mas e não sempre que uma pessoa vem aqui comentar. (se assim for é uma grande chatice e terei que arranjar maneira de desativar esta coisa) Digam-me qualquer coisa. Obrigada.

Rasuras do Aparo said...

... um livro poderá ser um torvelinho de ideias cujas silabas no seu crescendo e ânsia de ser palavra nos levarão a grandes tormentas ... ou a momentos de felicidade ...

DiDa said...

Digo...Digo...
Que subindo e descendo para ver a foto ela ganha vida própria.
Mexe-se a espiral. Muito fixe.
:-)

Remus said...

Um autêntico furação... em espanhol.
Eu sempre ouvi dizer que de Espanha nem bom vento nem bom casamento...

Mais uma ideia que só poderia sair de uma das cabeças da L.Reis. Sim!!! Porque eu começo a achar que L.Reis de ser uma criatura com pelo menos duas dúzias de cabeças. Só desta forma se justificação a presença destas ideias mirabolantes.


A verificação por vezes ocorre. Acho quando uma pessoa deixa X comentários por dia em blogues blogspot (o número em concreto não sei, mas acho que não anda longe dos 10), a validação de palavras ou de imagens passa a ocorrer.