Monday, 8 December 2008

Desejo de Infinito [Infinity desire]


...há quem ouse o infinito...

[...there are those who will always pursuit the infinity...]

16 comments:

Sidney said...

That is beautiful...lovely colors...

the donG said...

water can be that creative.

legivel said...

... o Augusto Abelaira escrevia umas crónicas num jornal diário cuja "coluna" se intitulava "Escrever na Água". Fizeste-me lembrar tal, com esta magnífica foto onde se distingue claramente o número oito. Modesta, apenas que nos quiseste fazer saber que podes ir muito mais além (até ao infinito da escrita e da fotografia) quando te der na veneta.
Quem se puser a imaginar algum sinal cabalística na superfície líquida, que tire o cavalinho da chuva.

Clarice said...

Há quem espreite ir mais longe... um mergulho sempre maior... agitar águas sem fim...

*belo post!

Anonymous said...

...e há quem tema a profundidade desconhecida desse infinito...#@&

Andrea said...

And Infinity sometime lives in the straight simplicity of small things.

L.Reis said...

...quase todos a temem...e raros são os que se atrevem a atirar pedras à paisagem...e mergulhar atrás do que está para além do que se sabe.

Jorge Monteiro said...

Olá Lina.
Para além do efeito da água, também as cores ficaram muito boas.
Belo trabalho.
Beijinho

Ginnie said...

I'm one of them, Lina! From one level of glory to another....

ana lúcia said...

A água fascina-me.

Anonymous said...

Comprei um saquinho de pedrinhas ... toc toc schuap ... convém que baixes os estores ... e como a água fria não me incomoda estou tentado a mergulhar ... se o infinito me conseguires ofertar ...
T

~pi said...

até há quem chegue lÁ :)

inpressionaluz said...

o grafismo desta fotografia é lindo... gosto mto!;)

flo g said...

on ne s'en lasse jamais ;)

aksel said...

Beautful how all the ripples are shown at the same time....I like the infinity "clue"

Anonymous said...

Porque é que a chuva não me lava a alma, como faz às pedras da calçada?