Monday, 12 July 2010

Sementes de sombra [Shadow seeds]

7 comments:

João Menéres said...

...e de verdes!...
IMAGEM FANTÁSTICA!
E o ferro não enferruja nas tuas mãos!!!
Nem os cubos do pavimento se importam com aquelas nuances de AZUL!

Posso repetir-me?
- ÉS UMA GRANDE ARTISTA DAS LETRAS E DA ARTE!

Vou meter os "papeis" para a REFORMA!

É um consolo ver o que fazes, o que vês, o que escreves!!!

Um beijo semeado ( não precisa de sombras...).

Anonymous said...

E por lá um azul ... aprisionado na perspectiva dessa ... tua sombra ...
T

Zé Caçador said...

O que é que achas se eu esperar que cresçam e voltar depois?

bêjo

Remus said...

Mesmo nos lugares mais difíceis a vida floresce e cresce.
O reflexo está estrondoso e muito bem captado.

Clarice said...

Nas sombras também há vida... eu sempre achei, mas agora acho ainda mais:)

Anonymous said...

Linda,Linda,Linda...
Impossível não comentar.
É sempre um enorme prazer visitar este blog.
Obrigada.

Alice

ruimnm said...

Mais um grande reflexo, de um grafismo extraordinário.